5 materiais sustentáveis para a construção civil

Home / 5 materiais sustentáveis para a construção civil

A sustentabilidade na construção civil propõe a redução da produção de resíduos, a utilização com eficiência de materiais e recursos naturais e a busca por materiais que não agridem o meio-ambiente. Esses materiais são desenvolvidos com base na durabilidade, eficiência e economia. Conheça a seguir 5 opções mais sustentáveis para a construção civil!

Materiais biodegradáveis

  • Tinta biodegradável

No que diz respeito ao acabamento de obras, ainda é comum nos depararmos com materiais e substâncias, como tintas, colas, impermeabilizantes e solventes, desenvolvidos a partir de componentes altamente tóxicos e poluentes, sendo prejudiciais tanto para o meio ambiente, quanto para a saúde de quem lida com esse tipo de material.

Diferente da tinta convencional que possui um alto teor de epicloridrina e Bisfenol A, além de inúmeras outras substâncias tóxicas, a tinta biodegradável é produzida a base de óleos vegetais, que não são nocivos ao ambiente ou ao homem. Outra opção para pintura é a tinta Mineral Natural, feita a partir de erra crua e emulsão aquosa, livre de composto orgânico volátil, biocidas e corantes.

  • Lâmpadas de LED

Além da alta durabilidade, a lâmpada de LED gera menos calor do que as lâmpadas convencionais. Enquanto a lâmpada incandescente e a fluorescente emitem 20% de luminosidade e 80% calor, o LED emite 95% de luminosidade e somente 5% de calor.

Ou seja, além de mais eficiência, ela gera economia com refrigeração, já que, ao produzir menos calor o ar-condicionado gastaria menos energia para manter o ambiente refrigerado.

  • Bio-concreto

O concreto é um dos materiais que mais gera resíduos na construção civil, a solução para esse problema se chama Bio-concreto.

Desenvolvido na Europa, o Bio-concreto  é feito a partir de bactérias capazes de sobreviver em ambientes de pH alto, como é o caso do concreto. Esses microrganismos permanecem inativos até que são ativados pela presença de umidade, que acontece quando o concreto racha e a água penetra. A digestão, de lactato de cálcio, dessa bactéria libera calcário que preenche o espaço da rachadura fazendo com que o concreto se regenere.

O bio-concreto pode recuperar rachaduras de qualquer comprimento e com largura de até 0.8 milímetros, basta pulverizar uma substância que contenha as bactérias e o lactato de cálcio na área. 

Apesar de ainda não ter chegado no Brasil, essa tecnologia representa um enorme avanço na construção civil, pois aumenta a durabilidade e a qualidade das construções, além de contribuir com a redução de resíduos.

  • Tijolo ecológico

Os tijolos ecológicos se diferem dos tijolos comuns tanto no processo de fabricação, quanto nos materiais. Ao contrário dos tradicionais, que são queimados em um forno e geram gases poluentes, os eco-tijolos são compactados e moldados em uma prensa hidráulica.

Além do mais, os tijolos ecológicos são produzidos a partir de resíduos de construção e tijolos de adobe, uma mistura de água, terra e fibras naturais, resíduos orgânicos, como bagaço de cana, que são uma opção muito sustentável.

  • Escoras metálicas

Diferente das escoras de madeira, que costumam ser fabricadas sem certificação e geram uma grande quantidade de resíduos em sua confecção, os sistemas metálicos são produzidos de forma segura e ecologicamente correta.

Leia mais em nosso blog: Escora metálica ou escora de madeira?

Além de serem mais seguros, por serem desenvolvidos a partir de um material mais seguro e resistente, as escoras metálicas também podem ser reutilizadas e recicladas até o fim de sua vida útil.

Realizar uma construção sustentável vai muito além de usar alguns materiais ecologicamente corretos. É preciso levar o meio ambiente em conta em cada detalhe do projeto e pensar a longo prazo, planejando uma arquitetura inteligente, pensando na eficiência energética da obra, sobretudo, buscando economia.

Gostou desse conteúdo? Fique por dentro de mais assuntos relacionados a sustentabilidade e boas práticas na construção civil. Continue acompanhando nosso blog e baixe nossos materiais gratuitos!

Compartilhe o post:

(Visited 3.233 times, 5 visits today)

About Author

Deixe uma resposta

shares