5 regras básicas para fazer concretagem de lajes

Home / 5 regras básicas para fazer concretagem de lajes

5 regras básicas para fazer concretagem de lajes

26 de maio de 2017 | Empreendimento | Nenhum comentário

Etapa final do ciclo estrutural da obra, a concretagem de lajes, ainda que rápida, exige uma série de cuidados ao longo de todas as suas fases (lançamento do concreto fresco, adensamento, cura e secagem).

O blog traz abaixo cinco regras básicas, todas elas levando em consideração os critérios estabelecidos pela Norma Regulamentadora número 18 (NR 18) do Ministério do Trabalho e Emprego, uma das mais importantes na construção civil. Confira!

5 regras básicas para fazer concretagem de lajes

Checagem de materiais e estruturas

Processo fundamental para o planejamento e dimensionamento, entre outros, da equipe que trabalhará na concretagem da laje.

Cabe ao engenheiro, por exemplo, conferir, antes do início das atividades, se as fôrmas, as armaduras e os escoramentos, entre outros itens, estão montados conforme o projeto. Esse profissional deve acompanhar, ainda, as demais etapas da concretagem e definir ou não o que fazer durante todas elas.

Cuidados simples, mas necessários

Há alguns processos simples ao longo das fases da concretagem mas extremamente indispensáveis para evitar fissuras e trincas, entre outros problemas. É preciso, por exemplo, molhar bem a laje antes do início dos trabalhos e ao final, algumas vezes ao dia, durante a fase de cura.

A NR 18 estipula que “as fôrmas devem ser projetadas e construídas de modo que resistam às cargas máximas de serviço”, e os cuidados supracitados são de extrema importância para que isso ocorra.

Planejamento adequado

Essa etapa deve levar em consideração os diversos fatores que interferem na produção, visando o melhor aproveitamento de recursos e de mão de obra.

Para que seja realizada da melhor maneira, é necessário que a concretagem tenha, por exemplo, horários determinados. Recomenda-se que ela ocorra em períodos do dia em que o sol está mais fraco, uma vez que temperaturas muito altas aceleram a evaporação da água do concreto e prejudicam processos e estruturas.

Cuidados com a segurança

Ainda de acordo com a NR 18, somente deve permanecer no local onde está sendo feita a concretagem “a equipe indispensável para a execução dessa tarefa”.

Lembremos que os trabalhadores devem utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados às suas funções, como capacete, óculos de proteção e luvas impermeáveis, entre outros.

Atenção ao transporte

Para o concreto chegar até o local onde será realizada a concretagem, são necessários alguns cuidados, que vão desde a inspeção de peças e máquinas do sistema transportador até a distância correta de um caminhão-betoneira, passando pela inspeção de dispositivos de segurança para que não ocorra, por exemplo, um descarregamento acidental do material.

Hoje você conferiu cinco dicas básicas para a concretagem de lajes em uma obra. Tem mais alguma outra sugestão?

Escreva para nós nos comentários abaixo!

Compartilhe o post:

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares