O que você precisa saber sobre linha de vida permanente e temporária

Home / O que você precisa saber sobre linha de vida permanente e temporária

Entenda as principais diferenças entre os dois tipos de linha de vida: temporária e permanente

Falamos aqui anteriormente neste espaço da importância da linha de vida em uma obra e quais as exigências que ela deve atender em relação à Norma Regulamentadora 35 (NR 35), que trata do trabalho em altura.

Hoje falaremos sobre as diferenças entre os tipos de linha de vida (permanente e temporária).

Antes, é importante lembrar que, seja temporária ou permanente, a linha de vida é um dos principais equipamentos de proteção coletiva (EPCs) da construção.

Também chamada linha de ancoragem, deve ser utilizada em qualquer atividade em altura, independentemente de ser realizada em andaimes, escadas ou telhados, entre outros locais.

Ela é importante, principalmente, para garantir a segurança do trabalhador e evitar o risco de queda acidental em uma obra.

Linha de vida temporária x linha de vida permanente

As linhas de vida temporárias são aquelas montadas, utilizadas e desmontadas em determinadas fases da obra. Entre os exemplos de utilização temos serviços em fachadas e escavação.

Já as permanentes são as utilizadas ao longo de praticamente todas as etapas de trabalho. São bastante usadas, por exemplo, em telhados e plataformas fixas.

Atenção ao escolher a linha de vida

A escolha da linha de vida requer alguns cuidados. Primeiramente, o equipamento deve ter tanto a certificação do fabricante quanto a da sua instalação.

Depois, o local onde ficará a linha de vida deve ser estudado, assim como toda a possível movimentação do trabalhador prevista na atividade em altura. Na obra, o trabalhador deverá ser ancorado por dois diferentes pontos, os quais variam de acordo com o suporte.

Vale lembrar ainda que, durante o processo instalação, manutenção e desmontagem do sistema, os profissionais envolvidos deverão utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) fornecidos pela construtora, entre eles capacetes, luvas e óculos.

Por fim, são necessárias formação e informação específica para todos os que forem trabalhar em linhas de vida.

Entendeu para que servem e quais as principais diferenças das linhas de vida permanentes e temporárias? Ficou alguma dúvida? Nos escreva nos comentários abaixo!

Compartilhe o post:

About Author

Deixe uma resposta

shares