Toda obra precisa contar com EPC?

Home / Toda obra precisa contar com EPC?

Toda obra precisa contar com EPC?

1 de maio de 2017 | Segurança na obra | Nenhum comentário

Os equipamentos de proteção de coletiva (EPC) são essenciais na construção civil. Saiba o porquê.

Os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs), assim como os de proteção individual (EPIs), são de grande importância em uma obra. São eles que evitam graves acidentes, preservando a integridade física e a saúde tanto de funcionários quanto a de terceiros.

De acordo com a Norma Regulamentadora 18 (NR-18) do Ministério do Trabalho e Emprego, uma das mais importantes na construção civil, todos os trabalhadores, nos treinamentos admissional e periódico, devem ter informações sobre os EPCs e EPIs existentes nos canteiros de obras. Diz a norma, ainda, que os funcionários devem receber cópias dos procedimentos e das operações a serem realizadas com segurança, para que esses equipamentos sejam utilizados da melhor forma possível.

As normas NR-4 e NR-9, que trata do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), também fazem referência ao uso de EPCs. Você quer exemplos de equipamentos de proteção coletiva em uma obra? Eles vão de redes de proteção a capelas químicas, passando por corrimãos para escadas e extintores de incêndio, entre outros.

EPC e EPI são complementares?

No geral, os EPCs são mais eficientes que os EPIs. Todavia, eles são complementares, e não se anulam! Ou seja, no caso da queda de um objeto de um prédio em construção, uma rede de proteção e um capacete evitarão o pior.

É importante nunca ver o EPC como um gasto a mais no orçamento de uma empresa, mas sim como um investimento que realmente valerá a pena. Além disso, é importante que na construção civil os supervisores, além do treinamento adequado, exijam que seus funcionários utilizem os equipamentos de forma adequada e eficiente. Lembre-se que o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) é responsável pela inspeção técnica de segurança e, consequentemente, pela vistoria dos EPCs (o assunto é tratado na NR-4, que rege o serviço).

Não esqueça: na hora de escolher um EPC, priorize a qualidade e a certificação do produto. Siga os textos do blog e nos conte quais são, na sua opinião, os equipamentos de proteção coletiva indispensáveis em uma construção!

Compartilhe o post:

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares