Escora metálica ou escora de madeira?

Home / Escora metálica ou escora de madeira?

Mesmo os profissionais mais experientes da área de construção civil costumam ter dúvidas com relação aos materiais que devem usar na execução de um projeto. Itens de fundação e de acabamento costumam ser especificados. Mas quando o assunto é escoramento, qual a melhor opção: escora metálica ou de madeira? Muitos fatores podem influenciar na decisão.

As escoras são empregadas provisoriamente quando existe a necessidade de “segurar” cargas de estrutura de uma construção até que ela tenha resistência o suficiente para se sustentar sozinha. Alguns aspectos essenciais podem fazer a diferença na hora de escolha a melhor opção para a obra. Veja a seguir por qual motivo a escora metálica ganha essa disputa.

Produtividade

Um dos fatores que mais preocupa os profissionais da construção civil é o prazo de entrega, que está ligado a diversos fatores como clima, entrega de insumos e mão de obra qualificada. Em construções com um cronograma apertado, torna-se necessário o uso de equipamentos que permitam o ganho de agilidade no escoramento.

Equipamentos metálicos são previamente estudados e concebidos de acordo com o projeto de engenharia e podem ser até oito vezes mais eficientes que os de madeira, que nem sempre passam por certificações. Muitas obras ainda usam o escoramento de madeira, mas não costumam ter prazo definido para término da estrutura.

Armazenagem

As escoras metálicas ganham dos sistemas de madeira por um motivo simples: elas contam com um sistema mais simplificado para o momento da armazenagem. É possível, por exemplo, acomodar até 500 escoras em apenas três metros quadrados. Além disso, o sistema metálico é compatível com as exigências de carga mais comuns em obras de todos os portes.

Tempo

A escora metálica é de fácil manuseio e não exige mão de obra especializada. Por isso, quando comparada com a de madeira, o tempo de execução dos trabalhos com as escoras metálicas é cerca de cinco vezes menor. Isso porque as escoras de madeira têm baixa durabilidade e produtividade na montagem e desmontagem, execução demorada, pouca resistência nas ligações e nas emendas e grandes deformações quando submetidas às mudanças de temperatura e umidade.

Segurança

Nesse quesito, os equipamentos metálicos também se destacam. A estrutura é mais resistente, modular, em menor número, o que deixa a obra mais organizada, limpa e tem menos risco de provocar acidentes. Além disso, as escoras metálicas são produzidas conforme normas de segurança e seguem as exigências do Ministério do Trabalho e Emprego. Esse controle previne acidentes, pois dificilmente essas escoras sofrem avarias de rupturas das estruturas. Enquanto isso, as estruturas de madeira podem gerar detritos e resíduos, que dificilmente podem ser impedidos de aparecer e, dependendo o caso, podem causar interferências nos processos de construção.

Sustentabilidade

As escoras de madeira costumam ser fabricadas sem certificação e geram uma grande quantidade de resíduos em sua confecção. Além disso, sofrem danos que podem levar a grandes prejuízos mais facilmente. Já os sistemas metálicos são produzidos de forma segura e ecologicamente correta. Por utilizarem ferro em vez de madeira, podem ser reutilizados e reciclados até o fim de sua vida útil.

Qual escora sua empresa costuma utilizar nas obras? Conte-nos sua experiência.

Compartilhe o post:

About Author

Deixe uma resposta

shares