Normas técnicas para construções sustentáveis

Home / Normas técnicas para construções sustentáveis

Normas técnicas para construções sustentáveis

3 de dezembro de 2020 | Normas | Nenhum comentário

construções sustentáveis

Sustentabilidade é um termo cada vez mais presente. Significa toda e qualquer ação que visa suprir as necessidades do ser humano sem comprometer o meio ambiente e o futuro das próximas gerações. E, como em todo setor, o da construção civil também registra uma forte tendência para construções sustentáveis.

Cada vez mais obras visam seguir esses critérios e cada vez mais profissionais da área da construção civil ou se especializam ou buscam aprender mais sobre construções sustentáveis. Como toda construção, esse tipo de obra segue alguns requisitos e tem algumas normas técnicas que regulam e guiam tais projetos.

As construções sustentáveis são aquelas que não agridem o meio-ambiente e buscam oferecer o melhor conforto térmico para, assim, reduzir o consumo de energia. Geralmente, contam com sistemas de captação de energia solar, reutilização de água da chuva, bem como mais uma série de outras ações que visem minimizar os impactos ao meio ambiente provocados pela construção civil tanto a curto, quanto a longo prazo.

É conhecido que as obras da construção civil são responsáveis por geraram uma quantidade expressiva de resíduos sólidos que, se não descartados e tratados corretamente, causam impactos negativos ao meio ambiente. Esse é, também, um dos setores econômicos que mais consomem recursos naturais e energia. Por isso é preciso pensar, cada vez mais, em sustentabilidade.

Basicamente, uma construção sustentável pode envolver:

– Soluções para iluminação, climaterização;

– Gestão ecológica da água;

– Tratamento de água e esgoto;

– Uso de energias renováveis ou de menor consumo;

– Redução dos materiais que causam alto impacto na natureza;

– Canteiro de obras que dê bem-estar e segurança aos trabalhadores;

– Destinação correta dos resíduos gerados antes e durante a construção.

Para isso, é muito importante que os profissionais da área entendam as normas técnicas de uma construção sustentável, para realizar projetos e construções seguindo todos esses critérios.

Quais são elas e qual a importância de segui-las?

 E já que a sustentabilidade na construção civil não envolve apenas o projeto da obra, mas também como todos os outros pontos abordados acima, é muito importante que os profissionais da área sigam as normas técnicas.

Seguir as normas técnicas também garante maior qualidade e segurança nas obras, tanto pensando na hora da construção, quanto pensando na estrutura dela a longo prazo, evitando problemas futuros.

De acordo com o SEBRAE, são 26 normas técnicas para construções sustentáveis atualmente, desde normas que abordam os critérios para a permanência de trabalhadores em um canteiro de obras (sendo esse o primeiro passo para uma construção sustentável), até as normas sobre aquecimento solar, para redução do consumo de energia.

Há também informações sobre transbordo e triagem, informando sobre a gestão corretas dos resíduos sólidos, evitando da melhor forma os impactos ao meio ambiente, bem como informações sobre iluminação natural, tijolo de solo-cimento e reaproveitamento de água da chuva.

As normas técnicas que regem as construções sustentáveis são:

  • ABNT NBR 12284:1991 – Áreas de vivência em canteiros de obras;
  • ABNT NBR 15112:2004 – Resíduos da construção civil e resíduos volumosos – Áreas de transbordo e triagem – Diretrizes para projeto, implantação e operação;
  • ABNT NBR 15114:2004 – Resíduos sólidos da construção civil – Áreas de reciclagem;
  • ABNT NBR 7229:1993 Versão Corrigida: 1997 – Projeto, construção e operação de sistemas de tanques sépticos;
  • ABNT NBR 13969-1997 – Tanques sépticos – Unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos – Projeto, construção e operação;
  • ABNT NBR 15527:2007 – Água de chuva – Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis – Requisitos;
  • ABNT NBR 15215:1:2005 – Iluminação natural – Parte 1: Conceitos básicos e definições;
  • ABNT NBR 15215:2:2005 – Iluminação natural – Parte 2 – Procedimentos de cálculo para a estimativa da disponibilidade de luz natural;
  • ABNT NBR 15215:3:2005 Versão Corrigida: 2007 – Iluminação natural – Parte 3 – Procedimentos de cálculo para a determinação da iluminação natural em ambientes internos;
  • ABNT NBR 15215-4 2005: Iluminação natural – Parte 4: Verificação experimental das condições e iluminação interna de edificações – Método de medição;
  • ABNT NBR 14899-1:2002 – Blocos de vidro para a construção civil – Parte 1: Definições, requisitos e métodos de ensaio;
  • ABNT NBR 5413:1992 – Iluminância de interiores;
  • ABNT NBR 13699:1996 – Sinalização horizontal viária – Tinta à base de resina acrílica emulsionada em água – Requisitos e método de ensaio;
  • ABNT NBR 9781:1987 – Peças de concreto para pavimentação – Especificação;
  • ABNT NBR 10834:1994 Bloco vazado de solo-cimento sem função estrutural – Especificação;
  • ABNT NBR 10835-1994 – Bloco vazado de solo-cimento sem função estrutural – Forma e dimensões – Padronização;
  • ABNT NBR 8491:2012 Tijolo de solo-cimento – Requisitos;
  • ABNT NBR 15747-1:2009 Sistemas solares térmicos e seus componentes – Coletores solares – Parte 1: Requisitos gerais
  • ABNT NBR 15569:2008 Sistema de aquecimento solar de água em circuito direto – Projeto e instalação;
  • ABNT NBR 11877:1991 – Sistemas fotovoltaicos – Especificação;
  • ABNT NBR 15575-1:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 1 – Requisitos gerais;
  • ABNT NBR 15575-2:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 2 – Requisitos para os sistemas estruturais;
  • ABNT NBR 15575-3:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 3 – Requisitos para os sistemas de pisos;
  • ABNT NBR 15575-4:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 4 – Requisitos para os sistemas de vedações verticais internas e externas – SVVIE;
  • ABNT NBR 15575-5:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 5 – Requisitos para os sistemas de coberturas;
  • ABNT NBR 15575-6:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho Parte 6 – Requisitos para os sistemas hidrossanitários.

O SEBRAE ainda disponibiliza, de forma gratuita, uma coleção gratuita onde explica como as normas técnicas podem ajudar as empresas nas construções sustentáveis, explicando o uso de cada norma citada acima. Estando ciente das normas, o profissional é capaz de gerir construções sustentáveis com qualidade e segurança.

Compartilhe o post:

(Visited 264 times, 2 visits today)

About Author

Deixe uma resposta

shares